Relembre os melhores momentos da última passagem de Diego Aguirre pelo Inter

FONTE: O SUL

Diego Aguirre está de volta ao Beira-Rio, o uruguaio que teve passagem marcante pelo clube em 2015, foi anunciado pela diretoria do clube na tarde do último sábado (19). Hoje relembraremos os melhores momentos daquela temporada, que foi a última passagem do técnico na casa-mata colorada. E que tem como destaque, sua campanha na Libertadores daquele ano, onde levou o Inter até as semi-finais da competição.

Anunciado no dia 22 de dezembro de 2014, Diego Aguirre chegava para substituir o grande ídolo Abel Braga, que após boa campanha no Campeonato Brasileiro daquele ano, havia recusado o convite para permanecer, por conta da demora da diretoria da época. O técnico uruguaio estreou em janeiro de 2015, em um amistoso de pré temporada contra o Shakhtar Donetsk, onde perdeu em casa pelo placar de 2 a 1.

Já pelo Campeonato Gaúcho, o Inter sobrou. Mesmo com o fraco começo, de apenas duas vitórias em cinco jogos, o colorado liderou a fase classificatória com 34 pontos e 76% de aproveitamento. Passou por Cruzeiro-RS nos pênaltis, e Brasil de Pelotas até vencer o Grêmio na grande final, por 2 a 1, e se sagrar o campeão Gaúcho daquele ano.

Na Libertadores, Diego Aguirre viveu seu auge no comando da equipe. Com ele, o Inter fez grande campanha e liderou o grupo 4. Foram quatro vitórias, um empate, uma derrota e a terceira melhor campanha no geral. Era um grande futebol apresentado, e a expectativa por parte da torcida era a maior possível. Na fase mata-mata, o Inter passou por Atlético Mineiro, com direito a gol antológico de D’Alessandro, e Independente Santa Fé. O time era franco-favorito antes da parada da competição para a disputa da Copa América. Mas em seu retorno, viu um Tigres reforçado. E mesmo com a vitória no jogo da ida, não conseguiu segurar a classificação no México. 3 a 1, e Inter eliminado.

Pelo Campeonato Brasileiro, o técnico não conseguiu repetir as boas atuações das outras competições. Com o foco totalmente voltado para a Libertadores, o time conviveu com uma grande irregularidade e não conseguiu embalar uma sequencia positiva no campeonato. Em 16 jogos, foram cinco vitórias, seis empates e cinco derrotas, até demissão do treinador, em agosto.

Mesmo sem o objetivo conquistado, a trajetória de Diego Aguirre é lembrada com bastante carinho por grande parte da torcida colorada. Com o uruguaio, foram 48 partidas, com 24 vitórias, 15 empates e apenas 9 derrotas, com 60,4% de aproveitamento. Além de 65 gols marcados e 44 sofridos. O treinador conquistou o Campeonato Gaúcho de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *