Rio Grande do Sul melhora em todos os níveis, mas não atinge nenhuma meta na Educação Básica, aponta o Ideb 2019

FONTE: O SUL

O Rio Grande do Sul melhorou o desempenho no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) em 2019 em relação à edição anterior, de 2017, em todas as etapas da Educação Básica.

Os dados divulgados nesta terça-feira (15) pelo MEC (Ministério da Educação) apontam, no entanto, que nem no Ensino Fundamental, nem no Ensino Médio, as escolas conseguiram, em sua totalidade, atingir as metas definidas.

Considerando o desempenho das redes pública e privada, o ensino gaúcho superou a média brasileira nos anos iniciais do Ensino Fundamental, teve a mesma média nacional nas escolas de Ensino Médio e ficou abaixo do resultado brasileiro nos anos finais do Ensino Fundamental.

O maior crescimento do Rio Grande do Sul foi justamente naquele que é considerado o maior gargalo do ensino no Estado e tem mobilizado ações de governantes há décadas: o Ensino Médio. O Ideb gaúcho nesse nível passou de 3,7 em 2017 para 4,2 em 2019. O resultado ainda está consideravelmente abaixo da meta, que era de 5,3 para o ano, e representa a mesma nota média registrada no país.

Na rede pública, o Rio Grande do Sul foi um dos poucos Estados a não atingir a meta definida para o Ideb 2019 nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Sem a rede privada, o Ideb do Brasil, nos anos iniciais, é 0,2 ponto inferior ao Ideb total.

Apesar disso, o País mantém uma trajetória consistente de melhoria, superando a meta proposta e atingindo um valor igual a 5,7 em 2019. Além do Rio Grande do Sul, apenas Amapá, Roraima, Sergipe, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal não alcançaram suas metas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *