Rússia afirma que quase 700 soldados ucranianos se renderam em Mariupol

FONTE: O SUL

A Rússia afirmou, nesta quarta-feira (18), que quase 700 soldados ucranianos se renderam na siderúrgica Azovstal, em Mariupol, nas últimas 24 horas, mas os líderes dos combatentes ainda estariam escondidos no local, atrasando o fim da batalha mais longa e sangrenta da Europa nas últimas décadas.

O Ministério da Defesa russo disse que, com a rendição desses combatentes, cerca de 960 pessoas já depuseram suas armas na siderúrgica, último bastião de defensores ucranianos em Mariupol.

A rendição final de Mariupol encerraria um cerco de quase três meses à cidade, onde, segundo o governo da Ucrânia, milhares de civis morreram após a invasão russa.

A Rússia informou que mais de 50 combatentes feridos foram levados para tratamento em um hospital, e outros para uma prisão recém reaberta, ambas em cidades controladas por separatistas pró-Rússia.

O Kremlin afirmou que o presidente russo Vladimir Putin garantiu um “tratamento humano” para aqueles que se renderem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.