Saiba onde assistir e como será a chuva de meteoros

FONTE: O SUL

Os meteoros entram velozes e furiosos na atmosfera da Terra, rasgando o céu a uma velocidade de 260 mil km/h e aparecendo para nós como uma belíssima chuva de estrelas cadentes. Você não precisa de um telescópio nem de um binóculo para ver uma chuva de meteoros. Um desses eventos, as Geminídeas, pode ser observado de qualquer lugar do planeta.

As Geminídeas acontecem uma vez por ano na Terra, na metade de dezembro. Isso porque é neste mês que normalmente nosso planeta, em sua trajetória ao redor do Sol, está cruzando a órbita do asteroide 3200 Faetonte, onde há milhares de pequenas rochas e destroços do asteroide no espaço.

Ao cruzar essa região, os detritos do asteroide entram na atmosfera da Terra. Se o céu estiver limpo, é possível ver até 120 “estrelas cadentes” por hora no céu, no momento de pico do fenômeno. A chuva de meteoros terá seu pico por volta das 23h (horário de Brasília) desta sexta-feira (13). Será nesse momento em que o chamado radiante, o ponto de onde os meteoros parecem estar vindo, estará bem alto no céu para quem mora na região Sudeste do Brasil.

Para quem mora mais ao norte, o pico do fenômeno será mais cedo. Para quem mora mais ao sul, o pico será mais tarde. Para assisti-lo, o ideal é estar em uma região bem escura, longe das luzes da cidade, e ter a sorte do céu estar limpo de nuvens.

Infelizmente, a Lua cheia vai bloquear parte da luz da maioria dos meteoros das Geminídeas neste ano. Mas, dependendo das condições meteorológicas e do quão livre de poluição luminosa for o local em que você estiver, pode ser possível ver dezenas de estrelas cadentes. A indicação é olhar para a região da constelação de gêmeos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *