Sebastião Melo e Manuela D’Ávila disputam segundo turno em Porto Alegre

FONTE: O SUL

O último domingo (15) foi dia de eleições municipais no Brasil. A população brasileira foi às urnas para decidir quem serão os prefeitos e vereadores para os próximos 4 anos. Na capital gaúcha a disputa foi para o segundo turno com o candidato Sebastião Melo (MDB), da coligação do Estamos Juntos Porto Alegre, e Manuela D’Ávila (PCdoB), da coligação Movimento Muda Porto Alegre. A diferença entre os candidatos foi acirrada. Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Melo teve 200.280 votos, 31,01% dos votos, e Manuela, 187.262, 29% dos votos. Os dois concorrentes vão decidir o 2º turno no dia 29 de novembro.

Nesta segunda-feira (16), o advogado e deputado estadual Sebastião Melo esteve na Rádio Pampa. No primeiro momento, o candidato agradeceu aos eleitores que o levaram para o segundo turno. “Quero agradecer a todos, e pelo reconhecimento de todas as candidaturas e também da concorrente do segundo turno”, destacou.

Além disso, Melo destacou suas estratégias para conquistar o cargo de prefeito. “Vamos fazer um debate no campo das ideias e jamais na baixaria. Temos projetos muito diferentes para a cidade, como resolver os problemas, e é nesse caminho que vamos caminhar”, comentou.

As pesquisas apontavam Manuela D’Ávila como a mais votada no pleito da capital, porém nas urnas Melo ficou a frente da candidata do PCdoB. “Um conjunto, e eu acho que a verdade. Nós falamos sobre as nossas propostas de não aumentar o imposto e de ter proteção social com desenvolvimento econômico. Evidentemente, um episódio que também contribuiu foi a decisão do Fortunati que saiu antes do primeiro turno”, destacou o candidato do MDB.

Já organizando as alianças para o segundo turno, Melo revelou se vai buscar apoio do atual prefeito Nelson Marchezan e de Juliana Brizola. “Eu vou conversar com todos, mas primeiro vamos dialogar com o eleitor, ele é soberano. O eleitor votou no primeiro turno em várias candidaturas, e agora tem duas chapas ou não vota em ninguém.

Outra prioridade do deputado estadual é conversar com a população que não votou no primeiro turno. “O eleitor que nós mais vamos procurar são os 360 mil que não votaram em ninguém por duas razões: pela pandemia do novo coronavírus ou porque os projetos não aqueceram o coração”.

Caso seja eleito, Sebastião Melo disse que sua primeira medida será reabrir todas as atividades econômicas de Porto Alegre, “a cidade vai funcionar, a economia vai girar, o povo precisa trabalhar”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *