Sete pessoas foram mortas a tiros em uma chacina em Viamão

FONTE: O SUL

Sete pessoas foram mortas a tiros, no fim da noite de segunda-feira (18), em uma chacina Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. As vítimas são quatro mulheres e três homens.

Conforme a BM (Brigada Militar), os assassinos executaram as vítimas simultaneamente em três pontos diferentes, próximos um ao outro, no limite dos bairros Parque Jari e Vila Augusta, pouco antes da 0h. Três mortes ocorreram na rua Guarapari, três na rua Professor de Freitas Cabral e uma na rua Araranguá. Uma criança e um cadeirante teriam presenciado os assassinatos de algumas das vítimas, conforme a polícia.

Três dos mortos não tinham antecedentes criminais e uma das mulheres usava tornozeleira eletrônica. A hipótese inicial é de que as execuções tenham relação com a disputa pelo tráfico de drogas entre facções criminosas na região. Ninguém foi preso.

“A equipe da Polícia Civil trabalha desde a notícia do primeiro fato e vai procurar apurar todas as circunstâncias. Estamos disponibilizando um reforço de efetivo temporário (ao menos 15 dias) de cinco policiais para ajudar nas investigações”, afirmou o chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Emerson Wendt.

Porto Alegre

Na segunda-feira, em Porto Alegre, agentes da Delegacia de Capturas do Departamento Estadual de Investigações Criminais prenderam um foragido no Campo da Tuca, na Zona Leste da Capital. O homem, de 29 anos, é irmão do traficante conhecido como Jura – líder do tráfico de entorpecentes naquela região, atualmente preso na Pasc (Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas).

O bandido capturado possui extenso rol de antecedentes criminais, contando com acusações por cinco homicídios, tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, entre outros crimes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *