Suspeito de envolvimento em tiroteio com mortes em Gravataí é identificado e tem prisão decretada.

FONTE G1//A Polícia Civil identificou um suspeito de envolvimento do tiroteio que causou duas mortes e deixou 32 pessoas feridas durante uma festa no bairro Morada do Vale II, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. João Daniel Duarte de Souza, 18 anos, teve a prisão preventiva decretada pelo Judiciário e é procurado.

O fato aconteceu na madrugada de domingo (22), por volta das 3h, na Rua Eurico Lara, bairro Morada do Vale II. De acordo com a Polícia Civil, entre seis a oito homens atiraram contra um grupo de pessoas que estava em uma festa.

Gabriel Mallet Ataíde, de 21 anos, morreu no local. Thaís Pires da Silveira, 24, chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Gravataí. Eles não tinham antecedentes criminais.

O suspeito identificado tem antecedentes na ficha criminal por homicídio, latrocínio e tráfico de drogas, e já é considerado foragido. Ele foi reconhecido por pelo menos três pessoas que ficaram feridas no tiroteio. Na avaliação da polícia, a identificação reforça a hipótese de que o crime foi motivado por disputas entre grupos criminosos pelo controle do tráfico.

O tiroteio foi o estopim para que o governo estadual, a pedido da prefeiturareforçasse o policiamento em Gravataí. Só neste ano, 143 pessoas foram assassinadas em Gravataí. São 44 casos a mais do que no mesmo período do ano passado.

Nesta terça-feira (24), uma solenidade marcou a chegada de 80 policiais militares, além de um helicóptero da Brigada Militar e de um caminhão que faz o monitoramento por câmeras.

A polícia pede a moradores que, se souberem a localização do suspeito, avisem pelo telefone 3945-2741 ou pelo WhatsApp no número 98608-8876.

Só neste ano, 143 pessoas foram assassinadas em Gravataí. São 44 casos a mais do que no mesmo período do ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *