Vacinação contra H1N1 começa na segunda-feira

Ao todo, 62.767 pessoas devem ser imunizadas até 20 de maio

Começa na segunda-feira (25) e segue até o dia 20 de maio a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. São Leopoldo, por meio da Vigilância em Saúde, já está preparada para imunizar todos aqueles que fazem parte dos grupos de risco – idoso, gestante, mãe após parto de até 45 dias, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhador da saúde, doente crônico, povos indígenas e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas.

 

O objetivo, segundo a diretora da Vigilância, Marivone Perini, é de atingir a meta vacinando 95% das 62.767 pessoas. “Não só acreditamos que vamos atingir a meta como devemos superá-la. A procura será grande pelas doses, mas ressaltamos que apenas quem faz parte do grupo de risco será vacinado”, explicou.  Cerca de 12 mil doses já chegaram ao Município repassadas pelo Governo do Estado. De acordo com Marivone, este foi apenas o primeiro lote. “Se necessário e acredito que será, outros lotes serão enviados, mas para o início da vacinação é o suficiente”, completou.

 

 

ONDE SE VACINAR – A imunização será feita nas Unidades Básicas de Saúde, nas Estratégias da Saúde da Família e nos Centros de Saúde, das 8h às 12h e das 13h às 16h. Ao todo, 280 pessoas trabalharão ao longo de toda a campanha que terá o Dia D no sábado (30), quando haverá uma mobilização maior. Neste dia, as doses serão dadas das 8h às 17h, sem intervalo. “É imprescindível que as pessoas saibam da importância de se imunizarem. Muitos acreditam que tomando a vacina vai gripar. Isso não é verdade. Muitas vezes o vírus se manifesta após tomar a dose porque a pessoa já havia contraído o vírus antes”, explicou Marivone.

 

Até agora, São Leopoldo só teve um caso confirmado de H1N1. Todos os outros, conforme Marivone, foram suspeitas. “Atualmente só são feitos exames para confirmar a doença quando a pessoa está internada e com síndrome respiratória aguda.”

 

Tamiflu

 

O Tamiflu está sendo entregue à população na Farmácia Municipal (Ginásio Celso Morbach) mediante receita médica. Após as 17h, quando a farmácia já está fechada, o remédio pode ser adquirido na portaria do Hospital Centenário.

 

Alunos com suspeita

 

Sobre o caso dos alunos da EMEI Antônio Leite, na Campina e da Escola Estadual Firmino Acauan, diagnosticados com suspeitas de H1N1, Marivone esclarece que não é a Vigilância em Saúde que determina ou não o cancelamento das aulas. “Apenas repassamos às escolas as orientações do Governo do Estado em relação à prevenção e conduta em caso de funcionário ou aluno gripado.”

 

As medidas de prevenção escolar são as seguintes: não compartilhar alimentos, copo, toalhas ou qualquer objeto de uso pessoal, as escolas devem ter dispensores de álcool em gel em locais estratégicos, dispensores de sabonete líquido e papel, fazer limpeza diária das salas e corredores e não utilizar os bebedouros.

 

SERVIÇO

Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza

De 25/4 a 20/5

Horário: das 8h às 12h e das 13h às 16h

Dia D: 30/4, das 8h às 17h

 

Locais de Vacinação:

CS Campina

CS Scharlau

CS Feitoria

ESF Trensurb

ESF Cohab Duque

ESF Santo André

ESF Cohab Feitoria

ESF Rio dos Sinos – a partir do dia 30/4

ESF Brás

ESF Santos Dumont

ESF Parque Mauá

ESF Paim,

ESF Rio Branco

ESF Pinheiro

UBS Rio Branco

UBS Pinheiro

UBS Materno Infantil

UBS Padre Orestes

UBS Campestre

UBS São Cristóvão

UBS Vicentina

 

ATENÇÃO!

Idoso impossibilitado de ir à sala de vacina, o responsável deverá contatar a Coordenação de Imunizações pelo telefone 3568-8690 ou 3589-6556. Ou pelo e-mail imunizaçõ[email protected]

Fonte: Camara SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *