Moa revê aplicação dos 9,91% de reajuste salarial dos servidores

Em tom pacífico e de muito diálogo, a reunião entre o Governo Municipal e Sindicato dos Professores Municipais Leopoldense -Ceprol para tratar da pauta de reivindicações da categoria foi de avanços nesta segunda-feira (2). A evolução das negociações é consenso dos dois lados.  O prefeito Anibal Moacir ratificou 9,91% de reajuste salarial (referente ao INPC e recompõe a inflação do período), porém alterou os percentuais para 2% em agosto e 2% em outubro, índices que na proposta anterior eram de 1%.  Também foi dada a garantia de que na composição da jornada de trabalho 2/3 da carga horária serão destinados ao desempenho das atividades de interação com os estudantes e que 60% de 1/3 da hora atividade ocorrerá em local de livre escolha, decisão que contempla pedido do Sindicato dos Professores.

 

“Diferente do ano passado, estou certo de que vamos chegar a um denominador comum. Estamos apresentando uma proposta dentro das condições financeiras do Município e buscando contemplar as pautas específicas”, disse Moa, acrescentando que “em uma negociação não dá para inventar condições, mas propor o que se pode realmente cumprir”. Liderando a delegação de negociação do Ceprol, a presidente Andréia Nunes, ressaltou a importância de o prefeito receber o grupo, o que demonstra a disposição para o diálogo. “Avançamos muito, principalmente nas pautas específicas como a de 1/3 da hora atividade que é estendida a professores e equipes diretivas, assim como o auxílio pós-graduação para a formação de professores”, destacou. A presidente do Ceprol informou que as propostas da reunião, entre elas a forma de pagamento do reajuste salarial, serão levadas à Assembleia agendada para esta segunda-feira, às 18h30, na EMEF Irmão Weibert.

 

Também participaram da reunião, realizada no Centro Administrativo, Sandra Schimitt, representando a procuradora-geral Ângela Molin; a secretária de Educação, Janaína Linck, e os secretários da Fazenda, João Batista Stefanello, e da Administração, Éverton  Fraga de Oliveira.

 

A PROPOSTA

 

2% em agosto

2% em outubro

3,91% em dezembro

9,91% em cima do Vale-Alimentação, incidente em abril

 

Fonte: prefeitura SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *